Extra

Em 18/05/012

Crise europeia pode significar juros mais baixos no Brasil

Extra 05.12

Em 28.12.2010

Rio enfrenta dificuldades para atender a projetos de compensação ambiental

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/rio-enfrenta-dificuldades-para-atender-projetos-de-compensacao-ambiental-804224.html#ixzz2FbJQ0Qve

Em 14.12.2010

‘Técnico’ Lula tem discurso corajoso, mas joga na retranca contra a crise

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/tecnico-lula-tem-discurso-corajoso-mas-joga-na-retranca-contra-crise-606714.html#ixzz2K7spADYw

Extra – 14.12.2010

Em XX.XX.2010

Crise europeia pode significar juros mais baixos no Brasil

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/crise-europeia-pode-significar-juros-mais-baixos-no-brasil-4934370.html#ixzz2K8LPm9B4

Extra 4

Em 12.05.08

Política industrial vai resultar em mais crescimento, diz professor do Ibmec-RJ

//

Nice de Paula – O Globo Online

RIO – O economista Marco Aurélio Cabral, professor do Ibmec-Rj, avalia que mais importantes do que cada medida anunciada no pacote de política industrial do governo é o fato de haver uma ação coordenada em vários setores com objetivo de promover o crescimento da indústria e do país.

– A gente recebe isso de maneira muito positiva. Há 30 anos que o Brasil não tem um esforço coordenado assim e o resultado será o país crescer mais – afirma ele.

Segundo Cabral, as medidas terão efeito sobre a ampliação da capacidade instalada, a política comercial e o desenvolvimento da pesquisa e vão estimular a indústria do país como um todo e não apenas de São Paulo. Ele lembra que os incentivos aos investimentos esbarram nas limitações macroeconômicas e, dentro deste cenário, elas contemplam todas as ações que eram possíveis no momento.

– Há isenção de impostos, redução de juros e outras medidas que vão beneficiar, sobretudo, setores que estão frágeis por causa da queda do dólar como a indústria calçadista e moveleira. São várias de ações microeconômicas que em conjunto terão um efeito muito grande.

 

Setor privado elogia nova política industrial, apesar de ressalvas. Economistas são mais críticos

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/setor-privado-elogia-nova-politica-industrial-apesar-de-ressalvas-economistas-sao-mais-criticos-509606.html#ixzz2K8KuNNqT

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s