Curso de Economia para não economistas

Neste espaço encontra-se material didático dedicado aos alunos da Uff.

Se voce não for aluno da Universidade Federal Fluminense, peço que deixe esta seção e compreenda que se trata de espaço restrito.

Obrigado

MA

Curso de economia para não economistas

O objetivo do curso é formar profissionais de nível superior para que compreendam criticamente a realidade econômica e política, dotando-os com condições de participar dos debates da conjuntura brasileira.

Modulo Zero – Conceitos introdutórios em economia

A ciência econômica dispõe de dezenas de livros introdutórios, que se propõem a dividir conhecimento em dois capítulos: micro e macroeconomia.

O livro anexo é de domínio publico e não é nem melhor nem pior que outros. Os alunos devem estudar autonomamente do capítulo 1 ao 14, 19 e 20. Esta leitura é previa ao conteúdo discutido no curso.

TRANSPARÊNCIAS DO CURSO:

Curso economia 2017

 

a) Manual de economia:

Livro Introducao a Economia

Primeira avaliação: entrega ao termo de outubro de 2017

Pede-se que seja formulada e entregue trabalho no formato “tira de jornal” que constitua diálogo entre J. M. Keynes e Henrique Meirelles.

Para isso deve-se compreender como pensam os personagens (Modelo Equilibrio Geral e Keynes), a partir das respectivas teorias em economia.

Uma “tira de jornal” se constitui em 2 a 4 quadros encadeados em pequenos diálogos ou situações críticas ao poder estabelecido.

Exemplo de “tira de jornal”

Resultado de imagem para tira de jornal dogberto

Boa sorte

 

 

Modulo I – A história como espaço de formulação de hipóteses ex-ante e validação das mesmas ex-post

a) Capitulo de livro de F. Braudel – Braudel – Hstoria e Ciencias Sociais

b) Entrevista com Maria da Conceição Tavares:

c) Aula de Maria da Conceição Tavares

Modulo II – Embate entre o liberalismo financeiro e o keynesianismo industrial

a) Livro de Chomsky:

CHOMSKY, N. O lucro ou as pessoas

Fundamentos de economia política pós-keynesiana

a) Capitulos de livro de Dillard, texto para discussão de F. J. C. Carvalho e artigo de Olivares.

Dillard (1988); Carvalho (1988); Olivares (2001)

b) Aula L. G. M. Belluzo

Contas Nacionais e Balanço de pagamentos

a) Manual Simonsen, capitulo Balanço de Pagamentos

Balanço do pagamentos – conceitos; Simonsen e Cirne

b) Texto Kuzinski sobre Balanço de Pagamentos

 livros_jornaleconPrint

Modulo III – Análise estrutural da formação histórica do Brasil

a) Documentário Um Longo Amanhecer

Antecedentes da colonização brasileira (1411-1530)

a) Capítulo de Livro de P. Kennedy:

[Kennedy (1986) – 1500-1640]

Ciclo do Açúcar  e ascensão dos EUA (1530-1680)

a) Capítulos de livros de Calogeras, Furtado e Prado Jr:

O objetivo é apresentar alguns poucos autores, referencias centrais na matriz de pensamento sobre o Brasil. São capítulos sobre períodos da história do país. Procurem perceber a narrativa de cada um deles, as ênfases, os problemas levantados etc. Esta será a primeira verificação de conhecimentos.

calogeras – cap 2 (1930);

Furtado (1970);

Prado Jr – Cap 1 (1933);

Prado Jr – Cap 2 (1933);


Primeira verificação de conhecimentos (P1): Compare as abordagens dos autores Calógeras, Furtado e Prado Jr quanto a ocupação do território e progresso da agroindústria da cana de açúcar. Identifique: (i) dimensões da realidade histórica consideradas por cada autor; (ii) qual o olhar de cada autor (dominador externo, dominador interno, base da sociedade etc) – demonstre com um trecho de cada texto.


O longo século XVIII (1680-1822)

a) Capítulos de Caio Prado Jr.

Prado Jr – cap 6; Prado Jr – cap 7; Prado Jr – caps 8 e 9;

Da independência a Vargas (1822-1850 e 1850-1930)

a) Capitulo de Livro de R. Faoro

Raymundo Faoro – Os Donos do Poder

b) Documentário sobre a Guerra do Paraguai

c) Guerra do Pacífico (em espanhol)

Dinâmica do Sistema Internacional desde o sec XIX

a) Artigos de L. Coutinho e L. G. Beluzzo, C. Medeiros e L. C. D. Prado

Coutinho&Belluzo (1982);

Medeiros _2004_;

Prado (2000);

b) Aula de J. Luis Fiori

O Brasil no período de Industrialização (1930-1980)

a) Artigo de Bresser Pereira: 

Bresser Pereira – Substituição de importações

b) Documentário de Mailson da Nobrega, ex-ministro na gestão J. Sarney, sobre a formação brasileira no período 1930 – 1980.

c) Palestra de João Manoel Cardoso de Mello

O Brasil nos anos 80

a) Documentário de Mailson da Nobrega, ex-ministro na gestão J. Sarney, sobre a inflação na década de oitenta do século XX.

A Globalização financeira como sinal de esgotamento industrial e emergência do stablishment financeiro internacional.

a) Aula de L. G. Beluzzo para advogados

O Brasil no período da Globalização (1990-2002)

a) Artigos de J. L. Fiori e M. Santos:

FIORI

Milton Santos

A República dos empreiteiros (2003-2015)

Pinto, M. A. C. Dogmas e Enigmas: a interrupção do projeto brasileiro de desenvolvimento, Multifoco, Rio de Janeiro, 2015.

Anúncios